Histórico

A Associação Brasileira de Blindagem – ABRABLIN/ANDB, como é conhecida hoje, foi fundada em maio de 2001, pelas – na época – cinco maiores empresas blindadoras de veículos de passeio: ARMOR; INBRA; G5; O’GARA; e WENDLER. Assim, seu primeiro nome foi Associação Brasileira dos Blindadores de Veículos Automotores e sua missão – conforme intenção de seus fundadores – era participar ativamente da regularização do mercado de veículos blindados, pois o mesmo crescia de modo vertiginoso, carecendo de um órgão especializado que pudesse colaborar com as entidades governamentais responsáveis pela sua fiscalização e controle. Nesta primeira fase, a Associação se propunha a congregar as empresas empenhadas em atividades ligadas a veículos de passeio blindados, eram então: os blindadores; os comerciantes e os locadores de carros blindados.

Em 2003, passou pela sua primeira transformação, pois foi neste ano que a Associação elaborou um novo Estatuto Social incorporando em seu quadro associativo as demais empresas voltadas para a proteção blindada. Teve então a oportunidade de incluir em seu quadro social as empresas fabricantes de vidros e mantas balísticas, de coletes a prova de balas e as empresas fornecedoras de insumos para a fabricação destes produtos de proteção, tais como: empresas fabricantes e fornecedoras de fios e de tecidos balísticos, de aços e de qualquer outro produto presente nesta cadeia de produção.

A última transformação sofrida pela Associação ocorreu em 2007, quando – decorrente de salutares negociações e entendimentos – houve a unificação dos objetivos da Associação Brasileira de Blindagem – ABRABLIN e da Associação Nacional Para Difusão de Técnicas e Normatização Para Proteção Anti-Balística – ANDB. Nesta oportunidade, houve o aproveitamento, no quadro social da primeira, dos membros da ANDB e ficou estabelecido que a Associação passaria a se identificar como Associação Brasileira de Blindagem – ABRABLIN / ANDB. A unificação destas duas associações redundou, indubitavelmente, em um enorme ganho para o mercado de produtos blindados, pois, ao já bem sucedido e conhecido histórico de realizações da ABRABLIN, agregavam-se agora os trabalhos e conhecimentos da Associação Nacional Para Difusão de Técnicas e Normatização Para Proteção Anti-Balística – ANDB. Esta, também fundada em 2001, já era bastante conhecida pelos excelentes trabalhos realizados para a melhoria deste complexo mercado. Deste modo, concretizava-se o conhecimento de que o trabalho da unificação seria maior que a soma dos trabalhos das associações realizados em separado.

A Associação é registrada no Exército Brasileiro como representante legal das empresas deste setor de atividades e, conforme prescrito no Regulamento para a Fiscalização de Produtos Controlados, ela é considerada órgão auxiliar da fiscalização de produtos blindados e de blindagem. Com esta postura a Associação tem colaborado ativamente, desde sua formação, com a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC) e demais órgãos do Exército para a perfeita regulamentação do setor.

Paralelamente a esta atuação junto aos órgãos controladores, ela realiza constantemente ações de esclarecimento da sociedade sobre questões relacionadas à blindagem. Estas ações, além de defenderem os interesses dos usuários finais, são desenvolvidas pela Associação em sua busca permanente do atendimento de seus objetivos estatutários, dentre os quais se destaca o de promover a uniformização normativa e a regularização deste mercado de proteção balística, aplicando-lhe as normas de proteção compatíveis a cada grupo específico de fabricantes.