Violência e atentados levam ao aumento da produção de automóveis blindados

O primeiro semestre de 2006 foi marcado pelo crescimento na produção de veículos blindados, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin). O levantamento aponta a produção de 1.939 veículos blindados de janeiro a junho, 7% a mais do que no mesmo período de 2005, quando 1.813 carros foram blindados. O custo médio para se blindar o veículo é de R$ 56.500. A base de informações são as 17 blindadoras associadas à entidade, que representam cerca de 60% da produção de veículos blindados do país. Maio, quando ocorreu a onda de atentados do crime organizado em São Paulo, foi o mês com maior número de blindagens automotivas – 351. “Muitas pessoas que já pensavam em blindar seus automóveis, mas que ainda não o tinham feito, com a onda de ataques anteciparam o investimento em sua segurança. Por essa razão, houve um aumento do número de blindagens nesse mês”, diz Franco Giaffone, presidente da entidade. A escalada da violência em todos os estados do país, somada aos ataques, fez com que as pessoas, aterrorizadas, procurassem por esse tipo de proteção. A Abrablin prevê terminar o ano com crescimento de 5% em relação a 2005, quando foram blindados 3206 automóveis. Veja abaixo os dados da pesquisa – De acordo com pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) entre as blindadoras associadas, que são responsáveis por cerca de 60% da produção de veículos blindados no país, no primeiro semestre de 2006 foram produzidos 1.939 carros blindados, um crescimento de 7% na comparação com o mesmo período de 2005, quando se blindou 1.813 veículos. – A onda de atentados do PCC, em São Paulo, é o principal motivo apontado para variação. – Uma blindagem custa, em média, R$ 56.500,00. – O crescimento em uma década é enorme. No primeiro ano da pesquisa foram produzidos 388 carros blindados. O pico da produção foi atingido em 2001, quando 4.681 veículos receberam a proteção.

– Maio foi o mês com maior produção no semestre, quando ocorreu a primeira onda de ataques do PCC.

– São Paulo é o estado com o maior número de usuários de carros blindados no país.

– As mulheres já representam 29% do total de usuários de carros blindados no país; – 63% dos usuários são empresários/executivos, independentemente do sexo.

– O Corolla se mantém como o carro mais blindado do país. Desde 2003 o carro figura como o primeiro da lista.

Clique aqui e baixe o Guia de Blindagem em PDF.